Categorias
Nutrição

Alimentação e gestação

O dia das mães chegou e quero escrever sobre a magia de ser mãe!

Não existe nada mais perfeito do que a possibilidade que nós mulheres temos de gerar vida e principalmente acompanhar uma pessoa dando carinho, cuidados e exemplo.

Da concepção ao nascimento, a vida vai criando forma… Um maravilhoso milagre que leva em média 40 semanas. Os humores mudam, o apetite aumenta, o corpo se transforma e  vamos percebendo que nosso papel na vida também será outro. E que nada será como antes…

Existem várias formas de exercermos a maternidade: gerando vida,  acompanhando sobrinhos e enteados, escolhendo ter um filho que não nasceu da barriga mas foi gerado no coração …pois  o que realmente importa é o afeto e o amor.

Mas hoje quero deixar um recado  para as mulheres que pretendem um dia engravidar:  cuidem desde mais precocemente da sua alimentação e de sua saúde. Quanto mais “limpo” estiver seu metabolismo melhor. Não espere “querer ter filho” para então se alimentar bem. Evitem desde sempre alimentos com química, super processados, ricos em açúcares e gorduras e pobres em nutrientes, eles mexem com seus hormônios e interferem diretamente  no  seu metabolismo. Comam alimentos realmente ricos em fitoquímicos, orgânicos e cheios de nutrientes (vitaminas, minerais, fibras, gorduras boas, proteínas)  eles constituem suas células e todos os seus sistemas.  A saúde de seus filhos e das futuras gerações dependerá das escolhas que você fizer hoje, isso se chama epigenética e determina como seus genes (DNA) irão responder aos estímulos benéficos ou não que você dará a eles ao longo de sua vida!

Pense nisso! E me conte,  você já é mãe? Como foi sua gestação?

Eu sou Bianca Innocencio,  mãe do Pedro e nutricionista.

www.biancainnocencio.com.br

Categorias
Beleza e Saúde Nutrição

Comer sem glúten emagrece?

Comer sem glúten emagrece?
Não necessariamente, seria a resposta!
Com a popularização das “dietas sem glúten” muitas pessoas retiram “por conta própria” o glúten (proteína presente no trigo, centeio e cevada) da alimentação sem orientação nutricional.

Quando nós nutricionistas reduzimos o trigo ou outros alimentos com o IF (índice inflamatório ) alto, procuramos introduzir no lugar alimentos mais descongestionantes e que auxiliem a perda de peso…ou seja: de nada adianta você retirar da sua vida, pão e biscoitos e começar a consumir em excesso farináceos da indústria sem glúten …
Agora, se ao reduzir o trigo você passar a consumir mais frutas, verduras, raízes, e buscar como alternativa produtos com um valor nutricional mais interessante para o seu metabolismo como a quinoa e a farinha de grão de bico, aí sim a resposta na perda de peso poderá ser positiva!
Para que você emagreça vários fatores devem ser avaliados, como: hábitos alimentares, rotina de exercícios, queixas individuais e metabólicas, exames laboratoriais, sono, funcionamento intestinal, história pregressa e familiar, ou seja uma anamnese completa, que vai sendo feita ao longo do tempo com os retornos, afinal a vida de cada um é um quebra cabeças, com peças únicas e singulares!

A redução do consumo do glúten costuma ter um impacto muito positivo em pessoas com intolerância tardia a esta proteína, desordem que costuma trazer outros sintomas tardios como distensão abdominal, queixas gástricas em geral e alteração no funcionamento intestinal (fazer um teste de intolerância alimentar – IGG alimentar) ajuda no diagnóstico- se for constatada tal sensibilidade dependendo do grau- se faz a retirada por um período específico em geral 90 dias e se trata o intestino- (órgão fundamental quando falamos em intolerância alimentar tardia).

Pessoas com hábito de substituir refeições principais por lanches, costumam consumir glúten em excesso, os famosos lanchinhos noturnos: pãozinho, torradinha, biscoitinho que não nutrem e atrapalham a perda de peso!
Neste caso a orientação é evitar lanchar a noite fazer um jantar leve dando preferência a alimentos de verdade, sem rótulos, que não possuem “data de validade”. Desta forma você já estará se expondo muito menos ao que te “inflama”.

Se você quer perder peso e permanecer magro, procure um especialista que avalie sua individualidade.
Eu sou Bianca Innocencio, Nutricionista Funcional